31.1.08

Saudades de Algumas Memórias

Ora estava eu a fazer tempo, à espera de um telefonema que vinha de longe para uma entrevista na Telefonia, e vá de navegar um pouco na Net. Eis quando descubro, escondido, este momento de rara inspiração e sensibilidade do Barata, muito bem montado pelo João...

Pode-se ouvir também um dos êxitos do Graciano Saga, nosso companheiro de profissão, cujas canções não raro nos servem de companhia nas viagens que este grémio musical tem de fazer para ganhar a vida.

Isto já por aqui andou, mas não resisti a recordar.

CLICK TO PLAY VIDEO POWERED BY CASTPOST

29.1.08

canção do mês

Mais apropriada ao seu início, para sua despedida fica. Canção de Janeiro.

27.1.08

E na TSF, o António Pata.

TSF• MÚSICA: Ronda dos Quatro caminhos regressa com «Sulitânia»
Cinco anos depois de «Terra de abrigo», a Ronda dos Quatro Caminhos está de regresso aos discos com «Sulitânia» um trabalho onde volta a juntar a música tradicional com outras linguagens sonoras. Sobre o novo CD, Mário Dias falou com António Pata, um dos elementos da Ronda
( 21:39 / 26 de Janeiro 08 )
Mário Dias, com sonorização de Herlander Rui
Pode-se ouvir aqui

24.1.08

O Pitta entou.


Quando se entra nos trinta diz-se que trintou. Dos quarenta prá frente enta-se. Há quem chegue a ento. Ao sujeito em epígrafe faltam só sessenta. Viva!!

E agora, uma fotografia estranha com o epigrafado fotografado bonito com a filha do vereador deitando a língua de fora. Atrás, atento, uma parte da entidade patronal com um encosto de cabeça na boca.

Haka Transmontano

Ora foi a gente tocar a Montalegre, faz agora dois anos. Estava o país a levar com neve no frontespício, e nós aproveitámos o frio para no dia seguinte nos aquecermos com um cozido do Barroso. Ora o cozido estava bom, como não podia deixar de ser, embora lhe faltasse alguma cristandade ( piada privada de difícil compreensão ). A feira do fumeiro vale bem a pena visitar. A pena que eu tenho de a Ronda não ter uma "Haka" para enfrentar esta rapaziada...

video

23.1.08

À Ronda da Net

Mais uma boa referência. Para ler aqui. Limpa de gralhas e equívocos. Mais um endereço para acrescentar aos favoritos.

22.1.08

Eu nunca fui cantador

Mais uma youtubada. Desta vez o "Eu nunca fui cantador" Eu gosto e acho que uma chamada de atenção feita aqui ajuda a tornar conhecida a bela interpretação. Que bem que soa o violino.

Outros tempos

Livro de leitura da Segunda Classe - 1968



21.1.08

Afinidades e repetições

Uma referência atenta para ler aqui. É uma reprodução da entrevista do tal José Oliveira. Mas fica a boa intenção.Um espaço a visitar regularmente, digo eu. Esta reprodução é feita a partir de uma outra, publicada na edição de domingo do Jornal de Notícias (página 65). O que apenas mostra que a única coisa que separa o erro da certeza é a repetição. De hoje em diante exijo ser tratado por José, morador em "meio urbano", canário da Ronda dos Qautro Caminhos que todos devem lembrar pela memorável interpretação de Condessa D'Adrião no palco do Teatro Garcia de Orta.

18.1.08

Revista de imprensa e equívocos 2

Mais do mundo fantástico da ficção internaútica. Aqui, o novo disco "Sulitânia", com os músicos convidados participantes no disco "Alçude", mais um que não chegou a participar e outra que eu nem sei quem é. Acolá, bem, não sei se nascemos todos em Évora, se ensaiamos lá, se nos mudámos para lá. Talvez não fosse má ideia.

17.1.08

Águia

Esta nunca tinha dado conta. Vejam lá se descobrem o subtil passe de magia que ocorre no coro.

Revista de imprensa e equívocos

Não sei quantos são Qautro, não sei quem seja o José Oliveira, não sei onde fica o Teatro Garcia de Orta, não reconheço boa das parte das citações que aqui leio. Não há pior raça que os jornalistas.

Música: "Sulitânia" assinala o regresso da Ronda dos Qautro Caminhos à edição discográfica
Lisboa, 17 Jan (Lusa)

O novo álbum da Ronda dos Quatro Caminhos, "Sulitânia", surge no caminho que o grupo trilha desde 2000, "na procura de uma escrita, ou roupagem musical, mais clássica", disse José Oliveira, um dos seus músicos.

O grupo não editava desde 2003, tendo recebido há dois anos o Prémio Amália Rodrigues Música Étnica.

O álbum insere-se num projecto que envolveu as autarquias de Évora, Mértola e Idanha-a-Nova e inclui a participação de agentes culturais daqueles municípios, designadamente das Adufeiras de Monsanto, do Coral Guadiana de Mértola e do coro polifónico Eborae Musica.

O repertório do álbum é constituído por canções tradicionais da Beira Baixa e Baixo Alentejo, tendo o grupo recuperado temas que gravou em anteriores trabalhos, nomeadamente "Cravo roxo".

Este tema, tradicional da Beira Baixa, foi gravado em 1984 no primeiro álbum do grupo. Nesta nova gravação é um tema "assumidamente colectivo, sendo cantado por todos que participam no CD e daí ser o último do alinhamento", explicou José Oliveira à Lusa.

O grupo projecta apresentar o CD em vários palcos nacionais e num espectáculo com todos os participantes, dia 03 de Maio, na Aula Magna, em Lisboa. José Oliveira afirmou que o álbum "é de temas rurais, mas tratados já com uma perspectiva urbana", na medida em que nenhum dos elementos da Ronda vive em meio rural.

"De outra modo seria falsear as regras do jogo. A música rural está de acordo com as práticas de trabalho, com os ritmos das estações, com o modo de produção, e isso não se passa connosco, que vivemos noutro meio, mas as origens são rurais", sublinhou José Oliveira.

Referindo-se ao álbum, José Oliveira afirmou ter sido "uma experiência fantástica a troca de ideias e a liberdade criativa que o projecto permitia".

Dos 10 temas incluídos no CD cada um dos grupos convidados interpreta três, para além do tema colectivo, "Cravo roxo".

O álbum abre com "Debaixo da laranjeira", um tema tradicional da Beira Baixa, interpretado pela Ronda e as Adufeiras de Monsanto, uma "parceria" que se repete em "Condessa d'Adrião" e "Romance de D. Silvana", ambas da Beira Baixa.

A Ronda foi fundada há 23 anos, tendo o seu primeiro álbum tido logo edição internacional.

Com vários álbuns editados, a Ronda dos Quatro Caminhos tem-se apresentado em Espanha, França, Itália, Holanda, Bélgica, Cabo Verde, Brasil, Canadá e Macau.

Em 2000 editaram o seu primeiro duplo álbum, resultado da sua actuação durante dois dias seguidos no Teatro Garcia de Orta, em Évora.



E o pior são as réplicas. Como aqui ou aqui

13.1.08

Lei do Tabaco

Ora Esguardai Sobre a Nova Lei do Tabaco.

Devo informar que a transcrição abaixo é um copy-paste do decreto-lei, não é o moi a mandar piadas de café... Quem não acreditar é só consultar o decreto, no Google aparece logo a dar cum pau...



Lei do tabaco

Artº 4

1. Nos locais onde estejam instalados órgãos de soberania, serviços e organismos da administração pública e pessoas colectivas públicas;

2. Nos locais de trabalho;

3. Nos locais de atendimento directo ao público;

...

Top Youtube

Para memória futura, por uma estratégia de marketing mais apurada e em busca do fervor estatístico que outrora animou este espaço, aqui fica o top de vídeos da Ronda no Youtube.
A 13 de Janeiro de 2008.


Vai colher a Silva
(ao vivo na Prala de Touros de Évora, captado com câmara fotográfica manhosa)
Visonamentos: 2156
Data de publicação: 2 de Julho de 2007

Chula Velha
(videoclip de outros tempos - 1984)
Visonamentos: 889
Data de publicação: 4 de Setembro de 2007

Saias Raianas
(ao vivo no CCB)
Visonamentos: 887
Data de publicação: 29 de Dezembro de 2007

Duas Igrejas
(ao vivo no CCB)
Visonamentos: 763
Data de publicação: 29 de Dezembro de 2007

Improviso nos camarins da Casa da Música - cover de Beatles
(dueto Carlos Barata/Vasco Pearce de Azevedo)
Visonamentos: 556
Data de publicação: 24 de Julho de 2007

Almocreve
(ao vivo no CCB)
Visonamentos: 512
Data de publicação: 28 de Dezembro de 2007

Vizinha Tem cá Lume
(ao vivo no CCB)
Visonamentos: 330
Data de publicação: 02 de Dezembro de 2007

Limoeiro
(ao vivo no CCB)
Visonamentos: 166
Data de publicação: 02 de Dezembro de 2007

Cravo Roxo
(ao vivo no Teatro Garcia de Resende, Évora)
Visonamentos: 147
Data de publicação: 29 de Dezembro de 2007

Chula de Paus
(ao vivo no CCB)
Visonamentos: 111
Data de publicação: 27 de Dezembro de 2007

11.1.08

Raizes e Antenas

Um agradecimento ao António Pires. Não por nos dedicar boas palavras, mas tão somente por manter a antena aberta. Um espaço de consulta obrigatória. Parabéns.

RONDA DOS QUATRO CAMINHOS
«SULITÂNIA»
Ocarina



Os últimos anos de produção artística da Ronda dos Quatro Caminhos têm sido uma surpresa, boa!... De um grupo urbano de música popular, a Ronda tem vindo gradualmente a transformar-se numa verdadeira instituição - no bom sentido da palavra - que congrega em si, ou à sua volta, muitos outros músicos e grupos, tanto estrangeiros (cf. no álbum «Terra de Abrigo») como portugueses e... de diversas áreas, da música tradicional à música erudita. E essa «fórmula» está ainda mais refinada no novo álbum, «Sulitânia» (o trocadilho é um achado!), em que a Ronda pega em temas tradicionais alentejanos e da Beira Baixa (principalmente de Monsanto, zona em que os adufes são tão «árabes» quanto as músicas do sul de Portugal) e os embala numa produção de extremo bom gosto em que estão bem presentes a música popular urbana, a música de raiz tradicional e os elementos «clássicos». Com colaborações das Adufeiras de Monsanto, do grupo alentejano Coral Guadiana de Mértola, do coro clássico Eborae Musica, do Quarteto Opus 4 e dos Cantares de Évora, «Sulitânia» é um bom exemplo de como se pode «estilizar» a tradição sem que a tradição se perca. Nunca. (8/10)
António Pires, Raizes e Antenas

9.1.08

Interessante!!

Tivemos, há tempos, um contacto de Álvaro José Ferreira (ver comentário ao post de 10 de Dezembro) que nos dava notícia de que o seu blog http://nossaradio.blogspot.com/ iria referir dois trabalhos da Ronda no âmbito das efemérides de 2007 que incluiam discos com 10 e 15 anos de existência. Hoje foi a vez do Guilherme Almeida nos mandar o link http://nossaradio.blogspot.com/2007/12/grandes-discos-da-msica-portuguesa.html que nos leva à lista referida.
É um trabalho minucioso e, pelo menos para mim, muitíssimo interessante. Gostaria muito mais de o ver escrito em papel porque é muito extenso e um pouco incómodo para ver no monitor. Mas, mesmo assim, já li umas boas scrolladas (página é só uma). Lá estão os "Fados Velhos" que fizeram 15 anos em 2007 e "Recantos" que perfez 10.
Recomendável!!.

5.1.08

A Ronda renascentista.

Graças às boas graças do programa "Sete Mares", este que se assina e o António Prata vão a um dos "oásis" da rádio onde ainda se conversa sobre música. Dizem-nos que, na Rádio Renascença, será mesmo o único sítio onde isso acontece. Atendendo à raridade, ao gosto da conversa e, vá lá, podermos vender o nosso peixinho, o muito obrigado da Ronda ao Luis Salgueiro e à RR.
Domingo e Segunda entre a meia-noite e as duas.

4.1.08

É sempre uma surpresa.

Isto parece um convite à fraude. Não é!!
É apenas um exemplo de como há gente a roubar daquilo que tanto trabalhinho nos deu e, possivelmente, a ganhar dinheiro com isso.
Se tiverem a tentação de downloadar qualquer coisa ao menos, quando nos encontrarem, paguem um cafezinho, ou uma cervejinha. Já não se perdia tudo e ainda conversavamos acerca disto.
Vamos rindo.
Já me esquecia. É AQUI.